Mondo Paura - Um Blog para Cinéfilos Extremos de Marcelo Carrard


06/08/2005


AS FILHAS DE DRÁCULA

Hoje que foi o aniversário do Joel fomos almoçar num ótimo restaurante vegetariano aqui mesmo na Frei Caneca perto da igreja e depois passamos nas livrarias e depois fomos no shopping onde comprei o mais novo lançamento da Works/Dark Side, AS FILHAS DE DRÁCULA. Foi uma surpresa boa ver esse filme que fecha a Trilogia Karnstein da Hammer iniciada em 1970 com CARMILLA-A VAMPIRA DE KARNSTEIN, seguida de LUXÚRIA DE VAMPIROS em 1971. O filme tem ótimos momentos de elaboração estética com ótimas direções de fotografia e de arte. A cena do ritual satânico é fantástica sendo concluída num enquadramento onde se destaca uma estátua da bela Carmilla. Peter Cushing na pele de um juiz e executor de hereges na aldeia do Séc XVI onde a história é ambientada, está ótimo vestido como uma típica figura retratada nos quadros holandeses e ingleses da mesma época pré-barroca. O povo da Works/Dark Side tem lançado muitas coisas interessantes e na revista que vem junto com o DVD de AS FILHASA DE DRÁCULA tem os novos lançamentos além de ótimas matérias, imperdivel...

EMOÇÕES EM CURTAS METRAGENS

Nos últimos dias vi uns curtas-metragens que o Edu Aguilar me emprestou e fiquei muito impressionado com alguns deles. Do Aguilar vi seus dois experimentos de Direção: DIAS CINZENTOS e PUTA SOLIDÃO. A atmosfera urbana tipicamente paulistana está presente de forma pungente. Uma certa poesia da dor passa pelos dois curtas cheios de personalidade. Só conhecia do Edu seu ótimo LOURDES-UM CONTO GÓTICO DE TERROR, mas foi bom ver a evolução artística que ocorreu até chegar a um trabalho de maior elaboração como LOURDES e que deixa o espectador curioso com seus próximos experimentos fílmicos. Os trabalhos do André kapel me impressionaram muito, principalmente SOZINHO e NOTURNO. O primeiro conta o sangrento encontro entre um homem e uma mulher que se conhecem em uma loja de discos. O gore extremo tem uma realização final muito convincente e a trilha-sonora é bastante interessante. Rodado em locações em São Carlos/SP o filme trabalha também com as questões da solidão e do mundo urbano hostil. NOTURNO já é um filme de pura atmosfera onde uma jovem sozinha em uma casa afastada se depara com um objeto de primitiva magia mergulhando em uma noite de terror. Foi bom perceber que existe uma turma fazendo na raça seus filmes com originalidade e independência. Com certeza muitos outros estão por aí e será maravilhoso o dia em que essa nova geração estiver lançando e distribuindo seus trabalhos.

Escrito por Marcelo Carrard às 19h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

05/08/2005


CONEXÃO MERCOSUL 2

Olá again

O e-mail do hermano MARIO está no próprio site Rojo Profundo, é só clicar em Contactos. Ele procura a edição dupla de SUSPIRIA que saiu por aqui e pelo jeito tem uma coleção bem vasta. Para quem quiser hablar com Mario com urgência o e-mail dele é

rojoprofundoweb@yahoo.com.ar

Gracias

Escrito por Marcelo Carrard às 17h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

CONEXÃO MERCOSUL

Pessoal amigo e afins. Uma conexão Mercosul se abriu via meu Fotoblog Profondo Tenebre. Um colecionador da Argentina está interessado em trocar/cambiar filmes com a galera. Ele tem um site chamado ROJO PROFUNDO que pode ser acessado pelo endereço:

http://www.gratisweb.com/rojoprofundo/indexbis.htm

Por favor colaborem com essa conexão. Depois eu passo o e-mail do hermano que se chama MARIO, OK

Escrito por Marcelo Carrard às 17h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

04/08/2005


             

Ontem foi uma noite muito agradável lá no Cinesesc durante a Sessão Dupla do Comodoro. Mesmo ainda um pouco doente por causa de uma infecção e saindo de uma febre fui prestigiar a Sessão como sempre faço desde a primeira delas. Como de costume fui o primeiro da fila o que já virou uma tradição folclórica. O clima entre as pessoas estava especial mesmo, os filmes começaram nos horários sem problemas e tudo correu bem. Encontrei o Marko, o Márcio a recém-aniversariante Mariana Meloni, o Leandro Caraça, o Edu Aguilar e tantos outros amigos que a cada mês criam um clima de confraria, de família mesmo, uma grande família de cinéfilos extremos. Nosso Mentor Carlão Reichenbach apresentou os filmes da noite e já antecipou a Sessão de outubro que terá os filmes que já citei do Samuel Fuller e do Abel Ferrara e destacou as programações especiais do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo que inicia no dia 25 de agosto. Esse ano o bravíssimo ragazzo Dennison Ramalho vai continuar a inserir na vasta programação do Festival uma série de curtas fantásticos selecionados por ele em recentes festivais do gênero mundo afora. O próprio Dennison falou ontem sobre maravilhas da Sessão Dark Side que tem sua curadoria: Serão filmes com zumbis, demônios, mutilações, sangreiras e bizarrices de vários países. O Festival Internacional de Curtas de SP terá sua programação completa na WEB em breve, aguardem. Carlão finalizou avisando que na Sessão Comodoro do dia 31 de agosto vão passar vários curtas brasileiros clássicos seguidos de uma sessão de curtas de artistas transgressores dos EUA, uma raridade imperdível ainda mais que tanto as sessões Comodoro como todas as sessões do Festival de Curtas são gratuitas. Compareçam, imformem-se, pois como o Dennison falou na inesquecível Sessão Dark Side do ano passado "Cinema de gênero é militância..."

Quando RABID DOGS de Mario Bava começou a passar foi como uma revisão para mim pois pela primeira vez via as imagens de close-ups claustrofóbicos sob o efeito único da tela grande de cinema. Esse grande filme, feito na raça e na coragem é uma aula de cinema, uma aula de produção e de roteiro. Como já conhecia o final barra-pesada do filme, pude revê-lo com outra ótica e sem estar capturado pela trama muito bem armada por Bava e que segura o espectador até o final. Após o intervalo veio a avalanche techno-metálica-cyber-punk TESTSUO, uma brutal obra de arte filmada de maneira alucinada e neobarroca, que mergulha de cabeça em uma espiral de observações sobre questões pertinentes sobre a sexualidade mórbida, a tecnologia e os deslimites do corpo e seus desdobramentos cibernéticos mais radicais. Feito em 1988, no auge da paranóia da AIDS e com todo um sentimento que nos afligia na época nas questões ligadas ao fim do milênio, a queda das muralhas comunistas e o sempre onipresente trauma da hecatombe nuclear. Passados mais de quinze anos TETSUO ainda é um filme extremamente moderno e fascinante. A trilha sonora techno pesadíssima ajuda a criar toda a atmosfera de horror tecnológico do filme. A questão da sexualidade mórbida onde o homem de ferro desenvolve um enorme pênis na forma de uma furadeira é algo que ultrapassa qualquer limite da sanidade e confere ao filme seu status de cult até hoje. Foi uma noite do caralho mesmo.

Na saída comentamos que um dos deméritos de TETSUO é sua longa duração para um filme experimental e comentei até que o único filme que tem paralelos relevantes na questão do corpo e da máquina e da sexualidade mórbida é a Obra-Prima de David Cronemberg CRASH. O Edú Aguilar até continuou após o meu paralelo dizendo que CRASH discute com mais profundidade essas questões do que TETSUO sem os barroquismos deste. O que importa mesmo é que dois filmes diferentes em termos formais mas poderosos como obras artísticas proporcionaram a todos ótimos momentos de puro encantamento cinematográfico...

Escrito por Marcelo Carrard às 07h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

31/07/2005


                 

Embora a personagem do assassino antropófago tenha tido uma morte bizarra comendo as próprias vísceras em ANTROPOPHAGUS 1, Joe D’Amato assinando a direção com o pseudônimo de Peter Newton lançou o inacreditável ANTROPOPHAGUS 2 aka ABSURD, HORRIBLE, ROSSO SANGUE, ZOMBIE 6, MALDICION SATANICA. São vários os nomes com que esse filme é conhecido. Censurado e banido de vários países devido aos extremos gráficos da violência o filme tem na performance de LUIGI MONTEFIORE sua força maior. As mortes bizarras ultrapassam limites nas cenas do hospital, da serra no matadouro e no forno na parte final. Micheli Soavi aparece em uma ponta como um motoqueiro morto pelo assassino aparentemente imortal. A solução final surpreende e faz mais uma alegoria da tela que Caravaggio imortalizou mostrando David erguendo a cabeça do gigante Golias. Essa alegoria aparece em outros filmes como TRAUMA de Dario Argento. Dos muitos filmes extremos já feitos até hoje ANTROPOPHAGUS 2 figura em todas as listas, com certeza.

                     

TOP 10 EXTREME MOVIES

ALL NIGHT LONG 2

CANNIBAL HOLOCAUST

CANNIBAL FEROX

TRAS EL CRISTAL

ANTROPOPHAGUS 1

ANTROPOPHAGUS 2

ICHI THE KILLER

NEKROMANTIK 1

NEKROMANTIK 2

THE BEYOND

Escrito por Marcelo Carrard às 10h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, CONSOLACAO, Homem, de 36 a 45 anos, English, Italian, Cinema e vídeo, Arte e cultura
Outro - mcarrard@uol.com.br

Histórico